SUSTENTA CARNAVAL

IMG_3945.HEIC
IMG_3964.HEIC
IMG_3945.HEIC

Our 
Services

Rio de Janeiro, cenário ideal para realização de sonhos e fantasias, abriga as mais variadas manifestações culturais e transforma-as em espetáculos inesquecíveis. Os principais eventos que acontecem na cidade (desfiles das escolas de samba, Réveillon, Rock in Rio, eventos esportivos, feiras e convenções) produzem anualmente milhões de toneladas de resíduos têxteis, gerando um problema socioambiental para a cidade com o descarte desses resíduos nos aterros sanitários.

 

Tratando-se das fantasias e adereços descartados pelas as escolas de samba - que são os insumos (diretos) do projeto Sustenta Carnaval, o problema vai além: esses materiais (tecidos sintéticos, colas, gemas plásticas, estruturas de metal, espuma, emborrachados, rendas e etc.), quando entram em contato com o solo, sob o sol e chuva, dispersam moléculas químicas que penetram nos lençóis freáticos, causam danos à saúde física e mental das populações, que já sofrem com vulnerabilidade dos riscos sociais e falta de políticas públicas.

 

O projeto SUSTENTA aposta no pioneirismo e acredita no potencial de transformar essa cena em algo que diminuirá os impactos gerados por esse evento ao meio ambiente e à população local, através de um programa de qualificação e cultura, voltado para formação sociocultural, trabalho e renda, capacitando 500 beneficiários para: seleção, triagem, reaproveitamento, reciclagem e o oficinas culturais, democratizando o acesso à educação e ao mercado de trabalho.

 

Se posicionando como uma chancela exclusiva carioca, abrindo caminhos para que questões sustentáveis e humanitárias, ambas tão urgentes, sejam proeminentes no cenário atual.

POTENCIAL DO PROJETO

O Projeto Sustenta desponta como inovador, transformando os eventos da cidade do Rio de Janeiro, tendo como "Modelo" os desfiles das Escolas de Samba do Sambódromo do Rio - Maior Espetáculo Sustentável da Terra, para divulgação em todas as mídias nacionais e internacionais. Para implementação de parcerias entre órgãos de intercâmbio cultural, de comércio de produtos, instituições, organizações e empresas dos ramos: educacional, audiovisual, publicitário, turístico, socioambiental, esportivo e/ou qualquer outro programa que envolva figurinos, cenários em sua produção.

 

A ação evita que toneladas de fantasias tenham como destino os aterros sanitários, reduzindo, de forma efetiva, as consequências sofridas pelo meio ambiente, além de elevar a imagem do Carnaval, realizado anualmente na Sapucaí, que apesar de cumprir uma pauta apresentando enredos com temas contra o preconceito racial, religioso e de gênero, é responsável pelos impactos socioambientais.

AÇÕES REALIZADAS

 

No Carnaval de 2022 coletamos cerca de 3 toneladas, nos 5 dias de desfiles no Sambódromo do Rio de Janeiro;

 

Organizamos os acervos e cujo acervo esta aos poucos sendo inserido na nossa loja virtual para a revenda e uso de insumos das oficinas;

 

Ganhamos o edital "Integra Rio" da secretaria de Integração Metropolitana da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - para realização de oficinas e palestras;​

 

Intensificamos a representação do projeto no Brasil e exterior, alinhando  operações comerciais, programas educacionais, instituições e profissionais ligados às artes visuais, ao audiovisual, à moda e demais segmentos; uma vez que os contêineres serão enviados para Europa até janeiro de 2023.

Sobretudo, tais ações visam gerar receitas para a "auto-sustentabilidade" financeira do projeto, que ainda prever captação pelas as Leis de Incentivo do ISS e ICMS.

PRÓXIMOS PASSOS 

FASE 1- AÇÃO DE COLETA NA DISPERSÃO DA SAPUCAÍ

Projeto aprovado pela Lei ISS

O projeto Sustenta propõe uma ação integrada com a Comlurb;

 

O projeto Sustenta propõe a realização de workshops no período pré-carnaval para orientação das atividades de coleta nas áreas internas e externas da Dispersão;

 

Em conjunto com a equipe Sustenta, sugerimos que os funcionários da Comlurb possam preencher os caminhões do Projeto, com os itens coletados após desfile.

 

ASE 2- CAPACITAÇÃO

Projeto aprovado pelo ICMS

Fase 2 - Promover 13 cursos em diferentes campos da arte para capacitar 500 moradores de comunidades periféricas do Rio de Janeiro: Desenho Artístico, Pintura, Acessórios, Tecelagem, Adereços, Produção e Estilo, Corte / Modelagem (Moda), Costura (Máquina), Costura (Adereços), Maquiagem Artística, Penteado Artístico, Produção Cultural e Marketing e Fotografia e mídia sociais para uso em celular. Os cursos oferecem bolsas com investimento de R$7,50 para cada aluno por hora aula. Os cursos variam entre 48 e 114 horas cada.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

 

A Fase 1 visa viabilizar a captação de resíduos têxteis em grandes eventos do Rio de Janeiro como, por exemplo, o desfile das Escolas de Samba pela ação de coleta, triagem, catalogação, revenda e neutralização do carbono gerado por ambos produto e logística.

A Fase 2 do Projeto Sustenta Carnaval consiste na capacitação e desenvovimento da utilização do insumo proveniente da Fase 1 ( Dispersão).*

Nessa fase temos os temas transversais como base:

 

Desenvolvimento e implementação de soluções inovadoras sustentáveis para problemas sociais e ambientais associadas à(s) área(s) temáticas envolvendo inovação em tecnologias, competências e novas oportunidades.

 

Instrumentalizar a sede do projeto com maquinário, equipe de professores, gestores e estrutura física, para receber as diversas turmas. Funciona também como modelo, para que o projeto possa se multiplicar em outros espaços.

 

Realizar 1 evento de lançamento formalizando o início do curso para os alunos, onde apresentamos todo o planejamento, premissas, metas e metodologia, para cerca de 600 pessoas.

 

Realizar os 13 cursos com ciclos trimestrais e 4 eventos de formatura dos alunos, com entrega dos certificados. Cada formatura conta com 600 pessoas, totalizando 2.400 participantes esperados.

 

Realizar 4 eventos Sustenta Ação, com atividades abertas à comunidade, aumentando a abrangência das ações para mais 6 mil pessoas.

 

Promover estrutura para comercialização social dos produtos, criados pelo projeto.

MEDIDAS ECOEFICIENTES

Apesar de ser percebida a introdução da consciência ambiental dos resíduos recicláveis, geralmente usados nas produções de eventos tais como metal, papel, vidro e plástico, é nítida a total ausência de qualquer iniciativa ligada aos resíduos têxteis no Setor de Produção de Eventos, mesmo tendo oficialmente uma Política Nacional de Resíduos Sólidos - Lei 12.305/2010 - PNRS, que deveria abranger esses tipos de materiais. A área de eventos se encontra num hiato, já que a princípio se consideram resíduos têxteis somente os relacionados a indústria do vestuário onde visam destinação adequada das sobras de materiais, através da geração de fios reciclados e/ou reaproveitamento na produção de novos materiais, tendo como base o conceito upcycling.

 

A ideia surge do lixo e da importância do reaproveitamento de resíduos têxteis. Da necessidade de se olhar para o Rio de Janeiro, cenário ideal que abriga mega eventos de todos os tipos e imprime sua marca no mapa mundial do desperdício onde seus resíduos acabam sobrecarregando os aterros sanitários, que já estão com suas capacidades comprometidas pelo excesso de resíduos sólidos neles depositados e, assim, vão reduzindo a vida útil desses locais. Acarretando num grande impacto poluente não só local, mas também no que está diretamente ligado à sadia qualidade de vida das presentes e futuras gerações, sendo a sustentabilidade um compromisso de todos.

 

Apesar da discussão sobre consumo ser o tópico mais relevante nas rodas de conversa e debate sobre sustentabilidade, nosso foco é levar em consideração que, uma vez que fabricados, esses materiais já passaram por vários processos de impacto negativo ao meio ambiente e à saúde humana. Desde o uso de recursos naturais na fabricação em local de origem, poluição dos mesmos através dos materiais tóxicos no tingimento (corantes que tem em sua composição diversos elementos como ácidos, sólidos solúveis e compostos tóxicos, os quais podem contaminar os recursos hídricos, e que além do forte odor exalado, se ingeridos ocasionam problemas que podem estar associados ao câncer de bexiga e do fígado) e emissão de gases no transporte internacional desses resíduos (maioria dos tecidos de ‘festa’ são importados da China e/ou Bangladesh).

 

O projeto SUSTENTA tem a perspectiva de coletar os resíduos sólidos da classe II A, não inertes, e que apresentam parâmetros de combustibilidade, biodegradabilidade ou solubilidade na água, possam ser totalmente reutilizados, freando então essa constante corrente que se finda nos aterros e, neste caso, quando contaminados passam a fazer parte da classe I, perigosos, pois trazem riscos à saúde humana, além de aumentar a mortalidade e riscos no meio ambiente por conta de suas características de inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e patogenicidade.

CONTRAPARTIDA DAS AÇÕES DO PROJETO

 

O projeto tem uma ação direta ligada à receita de revenda dos insumos:

 

Neutralização de 42kg CO2eq por kilo de figurino, valor esse que inclui os gases emitidos desde a produção dos materiais, transporte e logística de produção obtido pela obtenção de VERs *(créditos de carbono – voluntary emission reducion) por tonelada de gás carbônico removida ou por emissões evitadas;

 

Custos de transporte e logística de produção;

 

10% doados para Escola de Samba Embaixadores da Alegria, primeira e única Agremiação formada para inclusão de pessoas com deficiência.

Eventual lucro será usado para os projetos de capacitação.

Fique por dentro de cada etapa: parcerias, novos projetos, ideias e interagindo através das nossas mídias sociais.

BLOG

Em construção

CONSULTORIA

Temos soluções para lidar com o seu desperdício pessoal e/ou profissional.

Entre em contato conosco para consultoria e parcerias